Chelsea 2 X 0 Tottenham: Derrota no clássico e pressão para o final de semana.

Chelsea 2 X 0 Tottenham: Derrota no clássico e pressão para o final de semana.

 

Nesta quarta-feira, em jogo válido pela rodada 28 da Premier League, o Tottenham perde a sua segunda partida seguida na competição em Stamford Bridge e vê as equipes de trás de aproximarem na tabela.

A partida disputada pelas equipes de Londres era marcada por pressão por ambos os lados. Pelo lado do Chelsea, o contestado técnico Maurizio Sarri era dado em rumores como demitido caso os Blues perdessem o clássico. Já pelo lado do Tottenham a pressão era grande, pois uma derrota significava ver a disputa com Liverpool e City ficar cada vez mais distante e os adversários abaixo da tabela se aproximarem e disputarem a terceira e quarta vaga para a liga dos campeões.

O técnico Mauricio Pochettino iniciou o jogo mais uma vez com Harry Kane, recuperado e lesão e com Heung Min Son mais a frente, da mesma maneira que na vitória sobre o Chelsea por 3 a 1 no primeiro turno.

O jogo começou com o Chelsea marcando pressão encurralando o Tottenham na defesa, que tinha muitas dificuldades em sair jogando. Logo aos 5 minutos de jogo, em bola sobrada na entrada da área, Higuain bate sem muita precisão e a bola pega na trave do goleiro Hugo Lloris que nem se mexe no lance.

Após um início forte do Chelsea, os blues começaram a diminuir o ritmo o Tottenham começou a conseguir trocar passes. O jogo assim começava a ficar mais equilibrado. Aos 19 minutos do primeiro tempo em erro na saída de bola do Tottenham o Chelsea novamente assustou em chute de Higuain.

Os Spurs raramente assustavam a meta do arqueiro do Chelsea. Aos 22 minutos Son recebe um ótimo lançamento de Eriksen, porém não consegue prosseguir a jogada. Ambas as equipes tinham dificuldades em encaixar o último passe antes da finalização, dessa vez com o Tottenham conseguindo manter uma posse de bola maior em relação ao seu adversário.

O primeiro tempo acabou com o Tottenham levando perigo duas vezes. Aos 33 minutos a equipe Lillywhite assustou com uma bola batida de fora da área por Moussa Sissoko que sobrou para Son, porém em condição irregular e aos 43 minutos, o time quase marcou com uma bola no ataque onde Kane protegeu na entrada da área e tocou para Harry Winks que veio de trás e bateu bem na bola que viajou e explodiu no travessão.

O segundo tempo começou morno, assim como boa parte do primeiro tempo, com as equipes tocando bastante a bola e se estudando. Aos 8 minutos do segundo tempo Higuain marcou para o Chelsea, porém em posição irregular e logo depois aos 11 minutos, Pedro, após receber um passe de Azpilicueta na linha de fundo, fintou Alderweireld e bateu forte. O goleiro do Tottenham não conseguiu defender e a bola foi parar no fundo do gol.

Após o primeiro gol, a equipe do Tottenham que já não fazia uma partida das mais brilhantes sentiu. Os principais jogadores do time não estavam rendendo. Kane e lamela não faziam grandes apresentações, Eriksen embora estivesse dando alguns passes não estava inspirado e Son perdia muitas bolas no campo de ataque. O time com todos esses problemas tinha dificuldades na criação das jogadas.

Aos 18 minutos da segunda etapa em uma boa jogada do Tottenham com troca de passes de pé em pé, Pedro que já havia marcado salvou os Blues desarmando de carrinho Eriksen que havia recebido a bola dento da área.

Logo depois, Pochettino ainda tentou nas alterações aumentar a intensidade do time colocando Llorente e Lucas Moura no lugar de Lamela e Son para reverter o placar, porém não era o dia da equipe. Aos 83 minutos, Trippier recebe a bola pela direita e quando Willian corre para pressionar a jogada ele abaixa a cabeça e recua a bola sem perceber a já aproximação do goleiro Lloris. O resultado foi um gol contra para o torcedor dos Spurs se esquecer. Um gol contra ridículo. 2 a 0 para o Chelsea. Após o segundo gol o que restou do clássico foram desentendimentos e discussões acaloradas entre Rose e Pedro e Kane e David Luiz.

O Tottenham amargou a sua segunda derrota seguida na competição, parou nos 60 pontos e vê o Arsenal, seu próximo adversário na liga chegar aos 56 pontos. O North London Derby do sábado(02/03) certamente será uma partida de muita pressão, um verdadeiro divisor de águas para equipe na Premier League.

Facebook Comments