DANNY ROSE: A polêmica entrevista

DANNY ROSE: A polêmica entrevista

-

O fim de Danny Rose no Tottenham parece estar bem próximo, o lateral esquerdo procurou o jornal inglês The Sun para expressar suas opniões e o resultado foi uma entrevista super polêmica. Mas antes de falarmos da entrevista, vamos lembrar algumas falas de Rose nos últimos meses, das juras de amor até as demonstrações de insatisfação com a ambição do clube.

Em Setembro de 2016 Danny Rose fez juras de amor ao Tottenham ao renovar seu contrato com o clube até 2021, na época ele disse:

Neste momento não poderia desejar nada mais do que jogar pelos Spurs o resto da minha carreira”

Rose em sua renovação em 2016, ele tem contrato até 2021.

Rose em sua renovação em 2016, ele tem contrato até 2021.

Já em fevereiro de 2017 o lateral afirmou que recusou proposta milionária para atuar no Shanghai SIPG, da China, que tem como técnico André Villas-Boas, ex-comandante do time londrino.De acordo com a imprensa britânica, o SIPG  ofereceu o equivalente a 14,5 milhões de libras (R$ 55,4 milhões) por ano a Rose. Ao Tottenham, o montante chegaria a 38 milhões de libras (R$ 145,1 milhões). Na mesma entrevista ele já demonstrou certa insatisfação…

Não jogo futebol só para me divertir. Quero ganhar títulos. Quando eu tiver 34 ou 35 anos, quero olhar para trás e ver que consegui levantar troféus” 

Após o fim da temporada, em Maio deste ano, Rose voltou novamente a demonstrar sua insatisfação com a ambição do clube e falou sobre o clube fazer contratações de peso.

Nós temos que fazer muito melhor. Espero que possamos ganhar alguns títulos logo. Nós podemos ter um elenco melhor em termos de profundidade. Agradecemos por Dele não ter nenhum tipo de lesão, mas imagine se isso acontecesse a ele, ou a alguém como o Christian. Uma contratação marcante e de peso neste verão pode ajudar-nos a chegar mais próximos de um título na próxima temporada.”

Entrevista pode abalar relação com treinador

Entrevista pode abalar relação com treinador

Como vimos, o que Rose disse ontem em entrevista ao The Sun é o que ele já vem demonstrando nos últimos meses, só que desta vez ele falou de forma mais clara e abrangente, ao jornal britânico nesta quarta feira Danny falou:

AMBIÇÃO:

O tempo está passando e eu quero ganhar troféus, não quero ficar 15 anos jogando para não ter um único título ou uma medalha.Lamento mas não é assim que eu sou. Não ficaria feliz com isso. Quero ganhar alguma coisa.”

Com a minha idade, e tendo passado seis meses sem competir devido à lesão, é algo em que tenho pensado com insistência. Cheguei ao máximo das minhas capacidades e provavelmente só terei oportunidade para fazer um bom contrato”

SAUDADES DE CASA:

Eu não sei exatamente quando, mas vou voltar para o norte e jogar futebol em algum lugar. Eu me afastei de casa (de Leeds) aos 16 anos. Sim, eu tenho companheiros de equipe que se afastaram de famílias na Coréia do Sul e na Argentina, mas fiquei fora há mais de dez anos e não vejo minha mãe com frequência.

SAÍDA DO TOTTENHAM:

Não estou dizendo que eu quero sair, mas se vier algo concreto para mim, não teria dúvidas em expressar minhas opiniões para qualquer um no clube”

VALORIZAÇÃO:

Não sei por quanto tempo eu estarei neste nível. Eu não serei estúpido o suficiente para não tentar tirar o máximo proveito disso – medalhas, troféus e salários. Quem pensa que isso é principalmente por dinheiro, esse não é o caso. Mas eu sei o que valho.

Assim como todos os outros na minha equipe, na minha opinião, valho mais do que estou obtendo. Não falo em nome de outros jogadores, mas essa é a minha opinião”.

ATUAÇÕES COM POCHETTINO:

As pessoas falam de mim como se eu tivesse dois pés esquerdos antes de Mauricio ter chegado ao clube. Mas eu quero que as pessoas entendam que ter uma temporada média, como eu tinha feito, não faz de você um jogador ruim. Você precisa distinguir isso.

Eu normalmente não toco minha própria trombeta, mas eu era um bom jogador antes mesmo da chegada do Pochettino. Eu sou ainda melhor agora e ele me ajudou a tornar-se mais consistente.

MÁGOA COM A TORCIDA:

 Nunca esquecerei como alguns fãs me trataram quando eu assinei um contrato. Eu estou no clube muito antes de Maurício ter chegado e nunca vou esquecer algumas das coisas que eles falavam sobre mim.

 

COPA DO MUNDO:

“Agora eu quero ganhar coisas e eu quero estar entre os titulares na Copa do Mundo com a Inglaterra. Se eu tiver uma boa temporada, essas coisas se resolverão “.

Danny Rose repetiu um pouco do discurso de Kyle Walker que também reclamou da ambição do clube e da vontade de conquistar títulos, o futuro do lateral deve ser resolvido nos próximos dias mas que isso sirva também de lição para o clube despertar no mercado e ver que seus jogadores buscam algo a mais. Tirem suas conclusões.

#COYS

Facebook Comments

Leave a Reply