Em mais atuação apática, Tottenham perde para o Newcastle em casa

Em mais atuação apática, Tottenham perde para o Newcastle em casa

Nesse domingo (25) o Tottenham recebeu o Newcastle pela 3ª rodada da Premier League, no Tottenham Hotspur Stadium. Num confronto em que os Spurs tiveram 80% de posse de bola, porém muita pouca efetividade, a equipe saiu de campo, com a primeira derrota na temporada, por 1 a 0 com gol de Joelinton ainda no primeiro tempo. Com o revés os lillywhites pararam nos quatro pontos e estão em sétimo lugar, enquanto os Magpies, conquistaram os três primeiros pontos e estão na vice-lanterna.

O jogo

O Tottenham dominou a posse de bola nos primeiros 20 minutos, porém não criou nada de relevante, até que aos 22 minutos os visitantes assustaram com Longstaff, que recebeu de Joelinton e obrigou Lloris a espalmar para escanteio. Com 26 minutos o placar foi aberto com Joelinton que recebeu de Atsu em profundidade e aproveitou a falha de Sánchez para bater na saída de Lloris.

Aos 32, os Spurs talvez tiveram sua melhor chance no jogo, quando Kyle Walker-Peters cruzou e após a bola passar por Lucas, Son bateu de primeira e Dúbravka espalmou antes de Longstaff afastar o perigo e o placar do primeiro tempo, terminou mesmo em 1 a 0. Na segunda etapa, nossa melhor chance veio aos 35 com Lucas que recebeu cruzamento rasteiro, porém mesmo livre ele mandou longe da meta, assim o jogo terminou mesmo em 1 a 0 para os visitantes.

Impressões sobre o jogo

Independente da situação, Sánchez precisa se posicionar melhor, a falha no gol foi inaceitável e por ser recorrente, é algo que não pode se repetir, enquanto segue o questionamento sobre a não titularidade de Vertonghen.

Com ou sem Eriksen, mesmo com Lamela em campo, o Tottenham precisa e pode produzir mais com a bola nos pés, se considerarmos um jogo de 90 minutos, os Spurs ficaram com a bola durante 72, se considerarmos que o time teve 17 finalizações, o time demorou em média 4:23 minutos para finalizar, se separarmos, só os chutes no alvo, o time que só acertou duas vezes o gol, ou seja, chutou na meta uma vez a cada 36 MINUTOS, o que dá um a cada tempo. Só para se ter uma ideia, o Newcastle acertou o alvo três vezes.

Outro ponto a destacar do jogo, foi a falta de efetividade quando se tratou do terço final do campo, em especial com Winks e Sissoko, que claro não são os mais exímios jogadores para chutes de média distância, mas é necessário que façam mais, seja em termos de passe ou finalização. O mesmo vale para os laterais, Rose e KWP não cruzaram bem, com um sem pressão, vários levantamentos eram baixos ou rasteiros, ou mesmo tinham como alvo Lucas, que por mais impulsão que tenha, não vai ganhar divididas no alto contra um sistema super-fechado.

Sobre isso, é necessária maior variação de sistemas, o Tottenham não joga bem e isso não é exclusividade do último jogo, por isso é preciso uma auto-crítica da comissão técnica, para buscar alternativas em jogos, que se faz necessário mais alternativas, do que só tocar a bola, como se não houvesse amanhã.

 

Facebook Comments