Lições de Tottenham 1 x 2 Newcastle

Lições de Tottenham 1 x 2 Newcastle

Essa foi a mais difícil coluna de escrever até agora, tenho que admitir, não foi fácil digerir esse nosso último resultado. Mas bom é a vida e temos de superar as adversidades e as obrigações do cotidiano são mais importantes que os sentimentos. Porém vamos parara de enrolação e falar um pouco desse jogo:

Porque somos tão Spursy?

Com essa derrota volto a fazer a pergunta que notabiliza a vida do torcedor do Tottenham nas últimas décadas, toda vez que parece que vamos engrenar, algo nos impede de alcançar o que almejamos, mais uma vez poderíamos terminar a rodada no G-4 e há seis pontos da liderança, brigando forte pelo título, entretanto outra vez perdemos para um time que briga ou brigará contra o rebaixamento em casa e jogamos por terra tudo o que conquistamos e voltamos a luta outra vez é duro aguentar isso mas esperamos que dias melhores venham para o horizonte Hotspur.

Erro na substituição nos custou um importante resultado

Eram aproximadamente 25 minutos e o Tottenham estava com problemas para manter a intensidade e a força no meio campo, quando Mauricio Pochettino tirou Tom Carrol e colocou Heung-Min Son, num momento em que colocar Nabil Bentaleb (em que pese há ainda temporada ruim do jogador) ele seria a melhor opção para fechar o meio campo, se fosse pra colocar o sul-coreano, que fosse pra colocá-lo no lugar de Eriksen ou Lamela, mantendo o esquema e só adicionando uma opção de velocidade pra puxada de contra-ataque, mudança que abriu o meio campo e nos expôs no jogo.

Elenco e torcida decepcionados com a derrota

Elenco e torcida decepcionados com a derrota

Tom Carrol sentiu o peso do jogo

Desde o inicio do jogo mesmo nos melhores momentos da equipe na partida, um jogador destoou do geral sempre buscando o simples até demais e poucas vezes conseguindo ser o homem criativo e de velocidade que se cobra do jogador dessa posição no sistema da equipe, o jogador saiu no meio do segundo tempo e deve ser analisado com calma ainda, porém a julgar por essa apresentação temos de ter calma com o jovem garoto.

Bolas paradas tem sido um ponto forte desse time

Se existe um ponto importante que temos visto desse time até agora na temporada é que esse time tem mostrado muita força nas bolas paradas, as jogadas tem sido bem ensaiadas e especialmente o trio (Alderweireld, Vertonghen e Dier) tem se destacado nesse tipo de jogada que tem garantido muitso gols para o nosso time.

_Tottenham-Hotspur_3525336b

Dier sobe pra marcar em mais um gol de bola parada

 

Harry Kane não faz milagre

O jovem atacante inglês que tanto nos tem dado alegrias não pode fazer tudo sozinho, ele tenta, corre de um lado e do outro, porém não irá fazer tudo sozinho, se a bola não chega até ele. Ninguém faz nada sozinho nume esporte coletivo e por isso é fundamental que criemos mais chances para o nosso atacante que não irá conseguir criar e finalizar ao mesmo tempo, como fez muito na temporada passada onde era menos marcado e visado pelos marcadores adversários.

#COYS

 

Facebook Comments