Lições do jogo - Southampton 0 x 2 Tottenham

Lições do jogo – Southampton 0 x 2 Tottenham

Após um resultado bem ruim na semana passada, o time deu uma boa resposta em campo e mesmo num clima hostil, saímos com uma grande vitória que além do triunfo em si, nos colocou no G-4 e vamos passar o Natal na zona de classificação para a Uefa Champions League. Então, vamos deixar de enrolação e falar de alguns pontos do jogo:

A resposta foi boa a performance nem tanto

O Tottenham conseguiu dar a volta por cima após um doloroso revés na semana passada, conseguindo uma boa vitória contra um perigoso adversário. Entretanto nem tudo são flores, nos primeiros 30 minutos sofremos com a pressão dos Saints e Lloris junto com o nosso sistema defensivo tiveram que trabalhar bastante nesse período, logo após isso conseguimos dois gols e praticamente matamos o jogo. Nos segurando e controlando bem a partida no segundo tempo.

Estamos no G-4

Conseguimos alcançar a marca dos quatro primeiros, o que é muito importante já que conseguimos tal feito após muito tempo, o que prova que chegar a tal posição não é utopia e que se formos regulares podemos nos estabelecer nesse grupo e quem sabe pensar em algo maior.

Time saiu de St. Mary's na zona de classificação para a Champions

Time saiu de St. Mary’s na zona de classificação para a Champions

Lloris teve uma excelente exibição

Há quem diga que nosso arqueiro francês falhou no segundo gol na derrota contra o Newcastle, mas nesse jogo ele se redimiu de alguma potencial falha e fez pelo menos 3 defesas difíceis no jogo e nos ajudou e muito a lograr um bom resultado fora de casa, além de várias vezes chamar a atenção de seus companheiros para se atentar no posicionamento defensivo exercendo assim sua função e liderança de capitão.

Eriksen precisa de uns minutos no banco

O dinamarquês é importante pro esquema por sua vitalidade na marcação e precisão nas bolas paradas, porém seu desempenho tem sido muito discreto nas últimas semanas e acho que até por questões de algumas desgaste físico ou por alguma acomodação por raramente ser substituído ou quase sempre ser titular sem contestações, por isso com essa sequência de jogos de fim de 2015 e principio de 2016 seria bom conseguirmos algumas alternativas para não ficarmos tão dependentes do meia.

Eriksen novamente foi apagado e errou até mesmo nas faltas

Eriksen novamente foi apagado e errou até mesmo nas faltas

Dembelé de volta fez diferença

No jogo passado sentimos muita falta de um jogador físico que fosse capaz de prender a bola e dosar o ritmo da equipe, além de desafogar a equipe nos momentos de maior pressão. Tom Carrol não conseguiu fazer isso na semana passada, já Dembelé conseguia controlar esse ritmo, protegendo bem a bola e ajudando a conseguirmos sair dos momentos de maior pressão.

#COYS

 

Facebook Comments