Porque o Tottenham ainda precisa contratar um winger

Porque o Tottenham ainda precisa contratar um winger

Todas as vezes que publico alguma especulação sobre a possível chegada de um novo winger ao Tottenham, e não são poucos (Ryan Sessegnon, Thauvin, Malcom, David Neres, Zaha, Martial e até mesmo Bale) muitos vem com o questionamento, para quê mais um winger no elenco? Já temos Son, Lamela (que pode jogar pelo lado) e Lucas que ainda não foi tão utilizado, mas explico a necessidade de mais um nome pra posição.

O primeiro ponto é que com a possível/provável venda de Mousa Dembele, os Spurs acabem recorrendo a algumas alternativas, tanto em vias internas como Winks (que com as lesões não evoluiu como esperado), ou uma contratação na forma de Ndombele, ou outro box-to-box pensando no presente e no futuro.

Será a chance de retorno de Gareth Bale?

Uma das saídas que penso que será adotada, da mesma forma que ocorreu na ausência de Mousa no início da temporada passada: uma alteração no esquema. Uma mudança para o 4-1-4-1, com Wanyama e Dier justamente ocupando a posição entre as duas linhas de quatro jogadores, “abrindo” assim uma vaga para um homem no lado do campo.

Com essa possível alteração, tanto Christian Eriksen quanto Dele Alli jogariam mais recuados porém jogariam mais por dentro. Nos lados do campo uma vaga seria de Son e a outra de Lucas Moura ou Lamela, o problema é que o sul-coreano além de ir para a Copa do Mundo, pode ter de fazer uma pontinha nos jogos asiáticos a fim de ganhar uma medalha pela Coreia do Sul no torneio e assim “fugir” do exército, o que fatalmente vai fazê-lo perder o começo da temporada.

A concorrência aumentou com a volta de Lamela nessa temporada

Considerando que Sissoko é carta fora do baralho nos Spurs, o Tottenham vai ter de recorrer ao mercado para ter opções nos dois lados do campo, se Pochettino quiser mudar o desenho tático da equipe. A alteração no sistema também pode ser benéfica aos laterais que teriam menos pressão do que atualmente, já que é deles a principal função de abrir defesas no atual contexto e passaria essa responsabilidade para os wingers.

Outro benefício é justamente um ponto que a comissão técnica aplica em situações de jogos, que neste caso é a troca de posições no meio campo, ou seja os jogadores que estiverem mais por dentro podem ser vistos jogando mais ao lado e vice-versa, ou seja a equipe guardaria menos posição e por consequência seria menos previsível diante de defesas mais fechadas.

Sissoko e NKoudou não vingaram

Por tudo que foi exposto acima é sim necessário mais um jogador para o lado do campo, que não só faça como que o time melhore nos lados do campo, mas também para que o staff consiga alterar mais seu esquema tático já pensando nas consequências que o mercado de verão pode nos trazer.

Foto: Divulgação/Tottenham Hotspur

Facebook Comments