Single Blog Title

This is a single blog caption

Tottenham 1 X 0 Manchester City: Lloris pega pênalti, Kane preocupa e Son marca no jogo de ida das quartas de final.

Nesta terça-feira em uma emocionante partida na nossa nova casa, com direito a mosaico na abertura e festa da torcida o Tottenham vence e sai na frente do Manchester City rumo as semifinais da UEFA Champions League.

Nas escalações dos times na noite de hoje, não tiveram muitas novidades. Mauricio Pochettino veio no seu já esperado 4-2-3-1 com força total. A única dúvida foi esclarecida quando foi revelado na escalação Winks ao lado de Sissoko entre os volantes. Já no lado do City, Aguero que era dúvida foi confirmado titular, enquanto Bernardo Silva não foi sequer relacionado.

Quando o jogo começou o que já era previsto aconteceu. Um jogo muito equilibrado e movimentado por ambos os lados. O time de Londres começou com Son do lado esquerdo, Dele Alli no meio e Christian Eriksen pelo lado direito. A primeira chance veio logo aos 7 minutos com uma ligação do campo de defesa para Alli, que passou para Sissoko em velocidade na esquerda que devolveu para o meia. Ele chutou por cima do gol.

Logo após ocorreu o lance que marcaria todo o primeiro tempo. Em jogada pelo lado esquerdo, Sterling conduziu puxando para o meio saindo dos marcadores e chutou a bola que bateu em Danny Rose saindo para escanteio. Embora sem reclamação por parte dos jogadores o VAR identificou mão do lateral do Tottenham no desvio da bola e sinalizou para o árbitro do jogo que minutos após analisar o lance marcou o pênalti.

Porém, o que nos desanimou logo no início se tornou uma grande injeção de ânimo. Sergio Aguero foi para a bola e bateu firme no lado esquerdo. O goleiro Hugo Lloris acertou o canto e fez uma grande defesa. A torcida após o lance foi à loucura.

Após o pênalti desperdiçado por Aguero e o clima feito pela torcida o Tottenham se animou. Aos 14 minutos em contra ataque, Kane inverteu para Eriksen que também tentou o passe sem sucesso.

Porém não demorou muito para o City ter tranquilidade novamente no jogo. O time ganhava espaço e buscava tocar a bola na intermediária do Tottenham que procurava sempre fechar as possíveis possibilidades de passe com muitos jogadores naquele campo do jogo, sempre saindo muito rápido assim que roubava a bola.

Aos 23 minutos quando Eriksen já havia invertido posição com Son, os Spurs tiveram uma ótima chance. Em bola pelo lado esquerdo, Alli foi derrubado em lance ofensivo, o juiz deu vantagem e a bola sobrou para Eriksen que tocou para Kane de frente para o gol. O centro avante bateu do jeito que a bola veio e Ederson fez uma grande defesa.  Aos 36 minutos o Tottenham novamente tentou em uma cobrança de falta de Eriksen que bateu na barreira com sobra de Kane que acionou Son. O meia cruzou sem sucesso em mais um ataque do Tottenham.

No restante da primeira etapa o jogo seguiu movimentado, porém sem muitos lances de risco. O que mais preocupou o torcedor dos Spurs foi o de Jan Vertonghen que saiu de campo sentindo as costas após uma dividida pelo alto com Aguero.

Quando começou o segundo tempo, logo no primeiro minuto a partida já se mostrava movimentada. Em bola invertida do City, Streling bate rasteiro para boa defesa do goleiro Lloris. Logo depois, no segundo minuto Son responde conduzindo a bola pela direita, puxando para o meio e chutando bem, com efeito no canto do goleiro Ederson.

O jogo seguia até o momento com muita intensidade. O arqueiro do City chegou a sentir após queda em bola aérea dividida, porém o pior estava por vir. Logo após, aos 10 minutos do segundo tempo, Harry Kane em dividida com Delph recebe um pisão no tornozelo e imediatamente vai para o vestiário. Lucas Moura entra em campo em substituição forçada, com toda a preocupação por parte da torcida e também do técnico Pochettino.

Após a saída do principal jogador do time os Spurs perdem muita intensidade e o City domina ainda mais a posse de bola, dificultando assim a troca de passes do time da casa.

Até que aos 77 minutos de jogos o Tottenham contraria todas as probabilidades. Eriksen faz um grande passe para Son do lado direito nas costas de Delph. O sul-coreano vai até a linha de fundo e consegue salvar a bola quase perdida, puxa para trás driblando o marcador e bate forte. O goleiro brasileiro não consegue fazer a defesa e os Spurs abrem o placar para emoção de toda a torcida Lillywhite no novo estádio.

Após o gol Llorente entrou no lugar de Alli sentindo a mão e De Bruyne e Sané entraram nos lugares de David Silva e Mahrez que não fizeram partidas inspiradas. Posteriormente só houve mais tempo para algumas tentativas. Son tentou uma batida após boa bola ganha por Rose com defesa de Ederson e o City tentou pressionar no final, mas ficou dessa forma, 1 a 0 Tottenham.

Os Spurs após esse emocionante jogo, mesmo que com o placar mínimo venceram a partida de ida das quartas de final da UCL e agora jogam na semana que vem por apenas um empate para fazer história e jogar novamente desde a temporada 61/62 as semifinais da competição mais importante da Europa.

Facebook Comments

Leave a Reply