Tottenham 1x1 Burnley - Maldição!

Tottenham 1×1 Burnley – Maldição!

Vocês já estão acostumados com o Tottenham tendo problemas em Wembley? Já viram por mais de uma vez o time perder um bom resultados nos minutos finais? Já viram que o Kane nunca fez um gol em agosto? Já presenciaram o goleiro adversário tendo um dia iluminado contra os Spurs? Pois é, neste domingo, o jogo contra o Burnley reuniu tudo isso em um só jogo, uma maldição que tirou dois pontos dos Spurs na tabela.

A Escalação

Jogando contra uma equipe de menor porte, Poch soltou mais o time, Son, Alli e Eriksen voltaram a fazer o trio ofensivo do meio campo, enquanto Dier e Dembele faziam a parte defensiva. O resultado foi posse de bola massacrante, para variar, mas pouca produtividade ofensiva no primeiro tempo, onde o time arriscou bastante mas sem acertar o gol uma vez sequer.

Kane tentou muito, mas a bola teimou em não entrar

Kane tentou muito, mas a bola teimou em não entrar

O Burnley subiu a marcação e tentou complicar nossa saída de bola, uma hora aqui e outra acolá, mas também sem assustar em quase momento algum da primeira etapa, que terminou sem gols.

A bola pune

O segundo tempo começou com mais pressão dos lillywhites, Dele Alli deixou o seu logo nos minutos iniciais e as chances começaram a se encavalar uma sobre a outra, aí as maldições começaram a se juntar. Kane não faz gol em agosto junto com o goleiro Heaton em tarde inspirada, resultaram em mais um jogo em branco do nosso camisa 10, mesmo tendo chances para ampliar o marcador e definir o jogo. No final, seriam 28 chutes do Tottenham, mas apenas 5 na direção do gol.

Dele anotou seu trigésimo gol na PL

Dele anotou seu trigésimo gol na PL

Então, tivemos um caminhão de chances e não matamos o jogo, aí duas outras maldições se juntaram; tomar gol em fim de jogo e não vencer em Wembley. Sim, tomamos um gol aos 47 do segundo tempo, quando já quase não havia tempo para reagir. Um lançamento longo de Brady, encontrou Wood livre nas costas de Trippier, ele bateu e não perdoou.

Com o empate, o Tottenham tem apenas 4 pontos nas três primeiras rodadas, com duas partidas como mandante (não vou ser louco de falar que Wembley é nossa casa), ocupando a nona colocação na Premier League. Pelo lado positivo, não teremos mais jogos em agosto, os Spurs voltam a campo apenas dia 09/09, após a pausa para data FIFA, para enfrentar o Everton fora de casa.

Notas

Lloris – 8,0 – Foi bem nas vezes em que foi exigido, não teve culpa no gol.

Trippier – 5,0 – No segundo tempo, seu lado foi a avenida para os contra golpes do Burnley.

Alderweireld – 7,0 – Seguro no geral, atrasado no gol.

Vertonghen – 8,0 – Muito tranquilo, não deu sustos.

Davies – 6,5 – Foi razoável na parte defensiva e muito pouco participativo na ofensiva.

Dier – 7,0 – Feijão com arroz.

Dembele – 7,5 – Feijão com arroz e bife.

Son – 6,5 – Não esteve em uma tarde das mais felizes.

Eriksen – 7,5 – Buscou jogo e foi o principal articulador do meio.

Alli – 8,0 – Teve gol, teve caneta e muita entrega.

Kane – 7,0 – Lutou muito, mas pecou nas finalizações.

Poch – 7,0 – Armou o time certo, mas as mexidas não mudaram em nada o panorama do jogo

Sissoko – 6,0 – Ainda dá pra pedir reembolso?

Winks – 6,5 – Entrou no final, não teve muito o que fazer.

Davinson Sanchez – S/N – Fez sua estreia logo após o gol do Burnley, mal teve tempo de pegar na bola e, sinceramente, nem entendi por que ele entrou.

Entrevistas

Esse tipo de jogo nós temos que definir muito mais cedo. Nós jogamos bem e criamos chances, mas temos que matar o jogo.” Disse Alderweireld

Toby desapontado com resultado

Toby desapontado com resultado

Nós estamos muito desapontados por ceder o gol depois de todo nosso esforço. Quando você não mata o jogo, sempre deixa o adversário com esperança. Nós sofremos com uma falta de concentração no final do jogo.

Poch estava um pouco mais que "desapontado"

Poch estava um pouco mais que “desapontado”

MELHORES MOMENTOS:

#COYS

 

Facebook Comments