Tottenham 3 x 1 Real Madrid- Incrível

Tottenham 3 x 1 Real Madrid- Incrível

Você, torcedor do Spurs, chegou a imaginar este cenário na melhor das hipóteses? No ano anterior a esta competição fazer uma campanha vergonhosa, chegar a ser rotulado como saco de pancadas junto com o APOEL, candidato a fracasso no “Grupo da morte” e estar classificado com 2 rodadas de antecedência em cima de um time simplesmente 12 vezes campeão do torneio?

O Tottenham subiu um degrau na escada de patamares do mundo do futebol. Hoje não somos apenas um time que viveu uma fase boa em toda sua história, somos respeitados. Somos o time que tem um dos melhores goleiros do mundo, somos o time que tem uma das melhores zagas da atualidade. Um time que conta com dois jogadores que são a esperança do English Team na Copa da Rússia. Quem fala do Tottenham, hoje, tem que respeitar.

rmmc1

Classificados no grupo da morte. Come on!

 

Sobre o jogo, foi uma das partidas mais inteligentes que já vi o time fazer nos últimos tempos. É nítido que o Real Madrid está passando por um momento ruim na temporada, o que é absolutamente normal para um time que está sempre no pico da curva. A oscilação é normal. Inteligentemente, Pochettino tratou de fazer diferente do jogo em Madrid. Fora de casa, o time atuou com dois jogadores pelo lado direito muito rápidos (Aurier e Sissoko) e no lado oposto, dois jogadores com cabeceio muito forte (Kane e Llorente), aproveitando-se das constantes subidas do Marcelo. Deu certo, o time empatou no Bernabéu, mas um resultado positivo a nosso favor não seria nenhum absurdo.

Como na primeira partida, Aurier foi um dos melhores jogadores em campo pelas suas arrancadas em velocidade, o que se espera do segundo jogo? Repetir a mesma estratégia! É aí que entra a genialidade de Mauricio. Aurier tinha facilidade para chegar na linha de fundo do time merengue, mas, pelo fato de sua deficiência bem semelhante a de Walker, cruzamentos ruins, as chances criadas pelo lado direito não foram tão bem aproveitadas. Aí que entra o melhor jogador da partida, Trippier. Você pode falar o que for do Kieran, só não pode dizer que o cara cruza mal. Seu principal adjetivo é o cruzamento, de fato. E essa arma foi fundamental para quebramos a zaga merengue e faze-los saírem para o jogo.

22886015_10155143679828505_5520285355633077151_n

Trippier comemorando o primeiro gol com Alli. Os ingleses foram dois dos destaques no jogo

 

Real começou confiante. Propondo jogo, tentando jogadas ousadas, jogando com suas linhas bem adiantas. O Tottenham, sereno, comendo pelas beiradas, com Harry Kane em 50% de sua condição física ideal, esperando a oportunidade para dar o bote. Com nossa zaga fazendo uma partida impecável, Real perdia a paciência de não conseguir fura-la. Aí entra uma das maiores surpresas da temporada, pelo menos pra mim. Harry Winks. Muito se falou de Dele Alli e Kane, de forma justa até, mas a partida que esse moleque fez ao lado do Trippier foi algo admirável! Marca como um pitbull e com a bola no pé, inteligência. O garoto regeu nosso meio campo, me fazendo lembrar um outro cara que estava em campo, só que do lado oposto, Modric. E um de seus passes ousados, acha Kieram (em posição irregular, de fato), que com uma categoria enorme acha de primeira o iluminado da noite, Dele Alli. Real pouco efetivo e batendo de frente com uma zaga monstruosa!

No segundo tempo o time manteve a postura. Marcar certo e esperar as brechas. Não deu outra, os gols foram saindo naturalmente e poderiam ter saído mais. A única coisa que não me agradou no segundo tempo foi a entrada do Llorente. Pochettino esperava que o espanhol usasse sua experiência para segurar a bola no ataque, mas nesse momento do jogo, os espaços deixados pela zaga do Real eram muitos, por esse motivo, queria ver Son. Nem o gol deles fez o time entrar e desespero. Neste momento, vi a maturidade de um time que joga junto a dois anos e que coisas grandes estão por vir.

rmmc9

Alli: autor de um doblete na noite mágica de Londres.

 

Final de jogo e a certeza que todos adversários ao decorrer da competição irão pensar duas vezes antes de entrar nas quatro linhas contra nós. Atuação espetacular da zaga, destacando o menino Sánchez. Davis cumpriu muito bem seu papel defensivo e Trippier, foi um monstro. Winks genial e dor de cabeça para Pochenttino quando Dembelé estiver em condições totais de jogo. Vai ser difícil tirar o garoto desse time. O ataque, mortal. Eriksen sempre sereno e inteligente ao antever as jogadas. Alli em uma partida espetacular e Kane, mesmo não estando 100%, fundamental. Hoje, o TOTTENHAM é o time a ser batido. O melhor está por vir. #COYS

Facebook Comments