Tottenham Legends – Bill Nicholson

E aqui estamos. Faltando apenas um dia para o início de uma nova temporada do Tottenham na Premier League vamos para o último texto de nossa série especial contando um pouco mais sobre nossas lendas. E para finalizar nossa série não poderíamos ter outro personagem a não ser ele. Um ídolo que fez dos Spurs sua vida e conquistou a glória tanto como jogador como treinador. E ele claro, é Bill Nicholson.

“It’s been my life, Tottenham Hotspur, And I love the Club.”

O homem que até hoje é chamado de Mr. Tottenham nasceu em janeiro de 1919 em Scarborough, na Inglaterra. A história dele no Tottenham começou logo aos 17 anos quando entrou para as categorias de base do clube. Dois anos depois, em 1938 ele assinou o seu primeiro contrato oficial como jogador profissional.

Porém, no ano seguinte sua carreira já seria interrompida. O desencadeamento da segunda guerra mundial o tirou dos gramados durante alguns anos. Durante a guerra ele serviu na Durham Light Infantry e trabalhou como instrutor físico chegando a patente de Sargento.

Ele só voltaria a atuar novamente pelo Tottenham em 1946. Nicholson em campo após esse período foi essencial para o Tottenham. Ele jogou durante dois anos após retornar como um meia centralizado e depois mais seis temporadas na meia direita. Embora não tivesse características muito ofensivas ele possuía um excelente passe, era muito rápido e muito inteligente com a bola nos pés. Era excelente em servir os homens da frente.

Bill Nicholson no antigo estádio de White Hart Lane

Após alguns anos na temporada 50-51 ele começou a fazer sua história. Com o estilo de jogo conhecido como ‘Push and Run’ desenvolvido pelo treinador do Tottenham na época Arthur Rowe, os Spurs fizeram uma grande campanha chegando a conseguir uma sequencia de oito vitórias consecutivas e conquistaram o primeiro título do campeonato inglês de sua história. O time na época com a filosofia criada por Rowe tinha um estilo de jogo vertical e fluido, onde os passes eram trocados muito rapidamente e os jogadores se movimentavam o tempo todo. No ano seguinte a equipe Lillywhite chegou a passar perto novamente do título, porém acabou ficando com o vice-campeonato.

Nicholson se aposentou alguns anos depois como jogador ao final da temporada 54-55 com um total de 314 partidas jogadas, um título do campeonato inglês e com aparições na seleção inglesa onde chegou inclusive a viajar para a copa do mundo realizada no Brasil em 1950. Porém sua história e suas glórias pelo Tottenham estariam apenas no início.

Após se aposentar como jogador de futebol, Bill Nicholson que sempre teve muito interesse pela parte tática do jogo fez o curso de treinador da FA. A oportunidade para treinar os Spurs veio logo depois, na temporada 58-59.

Embora na temporada anterior o time tivesse ficado em terceiro lugar no campeonato inglês, o início da temporada da equipe era ruim. O treinador Jimmy Anderson estava com problemas de saúde e havia brigado com o capitão Danny Blanchflower. Além disso, o time estava em sexto lugar, muito longe dos primeiros colocados no campeonato. No entanto, a primeira partida de Bill como treinador já dava indícios do que estava por vir. Logo em sua estreia uma goleada de incríveis 10 a 4 sobre o Everton. Até hoje é uma das maiores goleadas da história do clube no campeonato inglês.

No ano seguinte ele começara a montar um esquadrão, isso indo ao mercado e realizando algumas das várias contratações que ficaram marcadas na história do clube. A primeira delas foi o escocês Dave Mackay e em seguida Bill Brown, John White e Les Allen. Estes se juntaram ao time que já tinha boas peças como Bobby Smith e Blanchflower e ali começavam as suas glórias como treinador.

No ano da formação daquele plantel o time ainda não conseguiu conquistar a Inglaterra ficando em terceiro lugar, porém não havia mais como passar daquele ano. Na temporada seguinte (60-61), com uma sequencia incrível de 11 vitórias consecutivas e com 115 gols marcados em 42 jogos, o Tottenham venceu o campeonato inglês e a FA Cup conquistando a primeira dobradinha no século XX, o que antes era algo considerado praticamente impossível para todos. Bill Nicholson entrou para o seleto grupo dos técnicos que conquistaram o campeonato inglês como jogador e como treinador.

Nicholson com os dois troféus do double em 1961

No ano seguinte, veio a contratação de Jimmy Greaves por valor recorde, e com ela a sequencia da geração mais vitoriosa da história do clube. Nessa temporada vieram a FA Cup mais uma vez e a conquista da Recopa europeia com uma vitória por 5 a 1 na final contra o Atlético de Madrid. Foi a primeira conquista continental de um clube inglês.

As temporadas sequentes foram mais do mesmo… Vitoriosas. Simplesmente uma época de grandes conquistas e plantéis fantásticos. Embora o time não tenha vencido troféus em todas as temporadas o clube nesses anos sempre esteve na parte superior da tabela e era temido por seus adversários.

Nos anos seguintes foram conquistadas mais uma taça FA Cup em 66-67, duas copas da liga inglesa 70-71 e 72-73 além da taça UEFA, atual Europa League, conquista essa que fez com o que o Tottenham fosse a primeira equipe Britânica a ser campeã de dois torneios europeus diferentes.

Além disso, sua passagem foi marcada com as suas tão fantásticas contratações de outras lendas que ficaram a história do clube. Algumas delas foram as de Martin Chivers, John White, Pat Jennings, Alan Gilzean, Steve Perryman, Martin Peters, Alan Mullery e Dave Mackay.

A aposentadoria de Bill Nicholson foi anunciada por ele mesmo em 1974. Após a final da taça UEFA da temporada 73-74 perdida para o Feyenoord que ficou marcada pela violência dos hooligans, Nicholson que já estava desconfortável com o futebol decidiu findar de vez sua carreira como treinador.

Ele alegava que o jogo havia mudado muito. Os altos salários, o ego dos jogadores e a violência nos estádios eram coisas que ele não conseguia entender e aceitar. “Os jogadores se tornaram impossíveis. Falam o tempo todo em segurança, mas não estão preparados para trabalhar e consegui-la”.

Contudo, mesmo após se aposentar como treinador, Bill não conseguiu se afastar de vez do clube que sempre amou. Ele ainda foi olheiro chefe do treinador que o sucedeu, Keith Burkinshaw durante a campanha que sagrou o clube como bicampeão da Taça UEFA.

Em 2004 após diversas homenagens, prêmios recebidos e além de ter ganhado o seu nome batizado em uma das ruas de acesso ao White Hart Lane ele foi o primeiro membro escolhido para o Hall da Fama do clube. Uma lenda do Tottenham.

Facebook Comments