Tottenham Legends – Glenn Hoddle

Chegando a nosso terceiro texto de nossa série da Brasil Spurs sobre as lendas do Tottenham, vamos falar sobre um jogador que marcou época 20 anos após as conquistas de Blanchflower, nossa lenda anterior. E seu nome é Glenn Hoddle.

Glenn Hoddle foi um meia inglês clássico. Com duas copas disputadas no currículo foi um dos melhores jogadores de sua geração, senão o maior. Era um jogador muito versátil. Habilidoso, tinha uma incrível visão de jogo e era um exímio batedor de faltas, tanto de curta quanto de longa distancia. Além disso, claro, possuía um passe excepcional, do tipo que colocava a bola onde queria principalmente em seus famosos lançamentos pelo alto.

Nascido em Middlesex em outubro de 1957, Hoddle foi um jogador criado em nossa casa. Torcedor do Tottenham desde criança conseguiu após jogar um torneio local em na região onde morava ser convidado para treinar na base dos Spurs. Dali em diante começaria a história de uma das maiores lendas do Tottenham. Foram 12 temporadas jogadas entre 1975 e 1987.

Sua estreia aos 17 anos marcava uma fase difícil do Tottenham. A lenda Bill Nicholson acabara de se aposentar como treinador no ano anterior e o clube sentiu muito sua ausência. A entressafra resultou na queda do clube que até hoje é marcada por ser a única desde os anos 50. Porém não demorou muito para que o clube se reerguesse. Após a temporada 77/78 o time estava de volta a primeira divisão para ter novamente uma das fases mais vitoriosas do clube (e que poderia ter sido até mais).

Após esses anos, com Hoddle se firmando na equipe e com a chegada dos argentinos recém-campeões mundiais Rick Villa e Osvaldo Ardiles, além de peças como o goleiro Ray Clemence, o lateral Steve Perryman e o atacante Steve Archibald, o elenco formado do Tottenham marcaria toda uma geração. Com um futebol extremamente técnico e que encantava a todos, não demorou muito para que levantássemos nosso primeiro troféu nesta nova fase.

E a primeira consagração foi na temporada 80/81. Com uma campanha consistente o time comandado por Keith Burkinshaw após uma final de dois jogos venceu Manchester City e se sagrou pela sexta vez campeão da FA Cup.

Hoddle com a taça da FA Cup após a vitória por 3 a 2 no segundo jogo

Já no ano seguinte uma temporada ainda mais regular. Uma boa campanha no campeonato inglês sagrou o time como o quarto lugar da competição e nas copas o time demonstrava um grande equilíbrio. O time chegou longe em todas as competições. Na recopa europeia, os Spurs foram eliminados somente nas semifinais para um poderoso Barcelona e na final da copa da liga a equipe foi derrotada pelo Liverpool. Porém nossa temporada foi contemplada com um segundo título consecutivo da FA Cup.

Contra o forte da época Queens Park Rangers, o Tottenham teve que mais uma vez disputar duas partidas. Na primeira, um empate por 1 a 1 e na segunda uma vitória por 1 a 0. Nos dois jogos o autor do gol foi Hoddle, sendo o do primeiro jogo um chute de fora da área já nos acréscimos. Além disso, naquela temporada Glenn foi eleito pela PFA para o time do ano na Inglaterra. Foi uma das cinco vezes na qual ele frequentou essa lista.

A temporada seguinte 82/83 não foi das melhores nem para os Spurs, nem para Glenn. O jogador que foi mais uma das lendas que sofreu boa parte da carreira devido a lesões não jogou parte da temporada que não culminou com o sucesso recente nas copas. Porém no campeonato inglês o time conquistou um quarto lugar que garantiu uma vaga na Copa da Uefa. Essa vaga conquistada culminaria em um de nossos grandes títulos na história.

Na temporada 83/84 o time conseguiu pela terceira vez conquistar a Europa. Em uma grande campanha na última temporada do treinador Burkinshaw o time conseguiu grandes resultados e venceu pela segunda vez a atual Europa League. Glenn Hoddle, embora não tenha participado das partidas finais devido a problemas físicos foi essencial na campanha realizando grandes exibições contra o Feyenoord de Cruyff e o Bayern de Munique, inclusive dando uma linda assistência ao seu melhor estilo para o segundo gol na nossa vitória em White Hart Lane por 2 a 0.

Nos anos seguintes que já era os últimos de Glenn com a camisa dos Spurs, a equipe embora não tivesse vencido títulos fez boas campanhas, ficou com o terceiro lugar do campeonato inglês por duas vezes e chegou a mais uma final de FA Cup em 86/87. Essa seria a primeira final de FA Cup perdida pelo Tottenham na história.

Ao final dessa temporada, Glenn Hoddle se despediu da equipe inglesa rumo ao Mônaco. A ótima proposta recebida e a vontade de voltar a disputar uma competição europeia, já que os clubes ingleses foram banidos pela uefa para disputar suas copas foram os principais motivos se sua transferência. Até hoje ele é um dos dez jogadores que mais vestiu a camisa do clube com 490 partidas. Ele marcou 110 gols. Um número incrível para um meia armador. Uma lenda do Tottenham.

Facebook Comments