Pós Jogo: Spurs 2-1 Man United

Tottenham vence United na despedida de White Hart Lane

Hoje era um dia muito especial. White Hart Lane, nossa casa estava se despedindo de nós, e nós dela. O fim de um casamento que durou muito tempo e teve glórias, tempos ruins, decepções e felicidades. Mas uma coisa nunca deixou de existir nesse casamento… Amor. O amor ao clube, ao estádio, à instituição, aos times e jogadores lendários. A torcida do Tottenham é a mais apaixonada. E foi muito duro ver um grande amor ir embora.

O adversário na despedida… Manchester United. A equipe que mais venceu de nós no lendário estádio. Nos últimos anos, nós temos as boas campanhas e brigamos por título e eles quem tentam beliscar vaga na Champions. A obrigação de vencer era toda nossa.

Ídolos estavam nas bancadas, a torcida fazia festa e o clima estava lindo. Bastava os jogadores corresponderem em campo. E fizeram. Demonstrando muita paixão e raça, os Spurs sobraram em campo e dominaram a partida de ponta a ponta. A vitória por 2-1 ficou magra em relação ao que foi o jogo. Esses jogadores deixaram os torcedores orgulhosos e o White Hart Lane orgulhoso também.

E o nosso último gol em nossa eterna casa? Só podia ser dele… Harry Kane!

C_zUCOxXUAEG-gM

O jogo:

O primeiro tempo foi de total domínio dos Spurs desde o primeiro minuto. O time tocava bem a bola e já criava chances. E logo aos 6 minutos após belo cruzamento de Davies, Wanyama subiu mais alto que todo mundo e fuzilou as redes com um lindo cabeceio. Firmando 1-0 Tottenham.

Os Spurs continuaram com o controle absoluto da partida, a houveram boas chances de ampliar o placar. Principalmente com Kane e Son. Mas o placar se manteve o mesmo até o intervalo.

A equipe voltou para o intervalo com a mesma dominação na partida. O time controlava a posse e conseguia criar chances. E logo aos 4 minutos da primeira etapa, Eriksen cobrou falta perfeita para Kane desviar com o pé direito e colocar o 2-0 no placar. Era tudo que a torcida mais queria.

Os Spurs ainda dominavam a partida e poderiam ter ampliada por muitas vezes. Mas a falta de pontaria e De Gea impediram um placar mais alto.

Já na parte final do jogo, o United diminuiu com Rooney e ainda tomamos alguns sustos e riscos de levar o empate. Mas nada nos iria atrapalhar hoje. Na despedida do nosso velho, glorioso e lendário estádio. Foi uma despedida digna. Vencendo um dos maiores adversários do país e com espetáculo dos torcedores durante a partida e após a partida, com direito a invasão de campo.

 

Vida pós White Hart Lane:

Ainda não me acostumei com a ideia de que vamos deixar o estádio. De que ele simplesmente vai deixar de existir. Mas sabemos que esse é o próximo passo. O nosso novo estádio, a arena. Que poderá e deverá se transformar numa fortaleza. Com espaço para torcedores ficarem em pé e fazer todo o barulho que os Yids tanto amam fazer. O futuro é forte e o White Hart Lane nunca deixará de existir em memória. Isso vale muito.

Notas:

Lloris – 7 – Foi seguro e não teve culpa no gol sofrido.

Alderweireld – 7,5 – Mais uma partida monstruosa do zagueiro belga.

Vertonghen – 7,5 – Mesma coisa dita acima. Sintonia gigante.

Trippier – 7 – Fez uma boa partida e não demonstrou muita insegurança. Mas me senti mais seguro com Walker em campo. Esperamos que sua lesão não seja muito grave.

Davies – 7,5 – Fez uma ótima partida e contribuiu com uma linda assistência para o gol de Wanyama.

Dier – 8 – Dier foi discreto. E isso na posição dele é primordial. Fez pouquíssimas faltas (se fez), foi perfeito na cobertura e desarmes e deixou a defesa muito segura.

Wanyama – 7,5 – Com Dier ao seu lado, a função de participar mais no ataque é dele. E no jogo aéreo ele abriu o placar.

Eriksen – 8 – Que jogador sensacional nós temos. Um verdadeiro maestro!

Alli – 7,5 – Um provocador nato. A bola em seus pés já causa raiva nos adversários. Merecia um gol hoje.

Sonny – 7 – Se esforçou bastante e contribuiu bem. Mas hoje não conseguiu executar tudo como costuma.

Kane – 8 – Ajudou muito e criou muitas oportunidades. Gol de centroavante nos deu tranquilidade no jogo.

Dembele – 7 – Entrou para deixar nosso meio campo mais físico e fez muito bem.

Walker – 7 – Entrou após lesão de Trippier e foi seguro na partida. Tomara que não deixe o clube.

N’Koudou – 7 – Entrou e conseguiu colocar certo fogo na partida em alguns momentos. Ainda acredito no potencial desse jogador.

Facebook Comments

Leave a Reply