Três derrotas seguidas e um novo desafio no sábado, contra o Brighton

Três derrotas seguidas e um novo desafio no sábado, contra o Brighton

Por Gabriel Monteiro

Neste sábado(22/09), as 13:30 o Tottenham enfrenta o Brighton fora de casa pela quarta rodada do campeonato inglês e o cenário atual não poderia ser de mais pressão para o lado do Tottenham, pressão que vem não somente das arquibancadas, mas de toda a imprensa que apontou os Spurs como um dos grandes europeus na temporada por não ter vendido nenhuma de suas peças e que agora vem deslizando logo no início da temporada.
Após três derrotas seguidas, sendo duas para Watford e Liverpool na Premier League e nessa semana para a Internazionale de forma cruel na nossa estreia pela liga dos campeões não há como não se questionar sobre o que acontece com a equipe de Maurício Pocchetino, o treinador inclusive, alegou que embora a derrota nessa última terça feira a equipe fez a sua melhor partida da temporada.
Para não dizerem que é exagerado de nossa parte apontar erros e ir atrás do que está acontecendo, deve-se levar em conta que a última vez na qual o Tottenham perdeu três partidas consecutivas foi na temporada 2013/2014, época que nosso atual treinador era Tim Sherwood, na ocasião, perdemos para Chelsea, Arsenal e Benfica pela Europa League.
O primeiro ponto a ser levado em conta, claro é o rendimento do time. As derrotas sofridas na Premier League para Liverpool e Watford deixaram claro que a piora no desempenho de alguns jogadores essenciais como Dembele, Kane que não marcou nos últimos três jogos e a falta do goleiro Lloris lesionado estão sendo determinantes no rendimento da equipe em campo, que embora venha produzindo um futebol com muita posse de bola, não vem apresentando a dinâmica e ofensividade que se espera de uma equipe com as peças que tem o time lillywhite.
Mais um questionamento que não sai da cabeça do torcedor é o fato do Tottenham ter sido a única equipe das cinco grandes ligas da europa a não fazer nenhuma contratação nessa janela de transferências, embora contasse com um bom time, havia a expectativa de todos por pelo menos uma ou duas contratações, fato esse, que não ocorreu mesmo com os boatos de que Pochettino não renovaria seu contrato caso o clube não abrisse os cofres nessa janela.
Além disso, mais um ponto extra campo é a questão já diversas vezes comentada a respeito do estádio. Há especulações a respeito dos valores, entrega e até mesmo de que a falta de contratações na última janela sejam justamente reflexo dos gastos com o novo estádio. O fato é, que ainda em meio a atrasos de entrega ainda não sabemos de fato quando jogaremos na nossa nova casa e o quanto isso vai contribuir ou não no restante de nossa temporada.
Em meio a tantas incógnitas, o que já podemos considerar é que embora seja início de temporada a apreensão é grande e futuros erros poderão comprometer toda a temporada. Hoje estamos a seis pontos de distancia dos primeiros colocados e vencer nesse sábado é essencial para retomar o caminho das vitórias, reestabelecer a confiança da equipe e brigar pelas primeiras posições da tabela.

Sobre os times os londrinos terão as voltas de Moussa Sissoko e Dele Alli, além de Victor Wanyama num ritmo melhor do que no jogo contra o Liverpool. Porém Lloris segue fora do time com uma lesão na coxa e o questionado Vorm deve seguir como titular, enquanto no Brighton o time segue sem problemas físicos para o enfrentamento deste sábado e pode vir com o que tem de melhor em campo

Facebook Comments